Pipocas Pedagógicas II: narrativas outras da escola PE21

Pipocas Pedagógicas II: narrativas outras da escola

Ref.: PE21 Compra Segura

Autor Cristina Maria Campos & Guilherme do Val Toledo Prado [Orgs.] !@
Ano de Publicação 2014
P√°ginas 94
Tamanho 14 x 21
ISBN 978-85-7993-203-8

R$ 30,00 Em até 3x de R$ 10,00 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível
"Pipocas 2" √© mais que cr√īnicas escritas por professoras a respeito de seu trabalho, enfocado basicamente nas suas experi√™ncias concretas com estudantes nas escolas. √Č tamb√©m mais que uma leitura l√ļdica, e √†s vezes bem humorada, do que acontece nas aulas/escolas. √Č mais do que a produ√ß√£o das autoras presentes neste volume. √Č mais que a continua√ß√£o do "Pipocas 1", editado tamb√©m pela Pedro & Jo√£o, gra√ßas √† parceria dial√≥gica e bakthiniana com o GEGE (Grupo de Estudos dos G√™neros do Discurso) e, mais especificamente, com o Miotello. √Č ainda, mais que uma produ√ß√£o do Grupo de Ter√ßa, do GEPEC - Grupo de Estudos e Pesquisa em Educa√ß√£o Continuada. E muito, muito mais que um relat√≥rio de pesquisa. √Č tudo isso, mais √© mais. Trata-se da efetiva√ß√£o de uma hip√≥tese historicamente e coletivamente produzida, que desloca/mexe o c√Ęnone da divis√£o do trabalho pedag√≥gico na escola entre os que pensam e os que fazem; os que elaboram e os que executam (cujo exemplo mais cl√°ssico √© o livro did√°tico, mas que hoje se sofisticou e tem se transformado no que esta sendo denominado de 'sistemas de ensino', e que eu chamaria de ensino apostilado). Esse livro vai na contram√£o do ensino apostilado e da concep√ß√£o do professor como executor da partitura feita por outrem, porque as autoras s√£o professoras que pensam, planejam, estudam, fazem, registram e partilham com um grupo disposto a ouvi-las, trocar id√©ias e refletir sobre os epis√≥dios relatados e, nesse dialogo presencial ou em rede, (re)ver sua pr√°tica pedag√≥gica, bem como apreender li√ß√Ķes partilhadas pelos colegas ou constru√≠das no dialogo com o Grupo. As 'pipocas pedag√≥gicas' s√£o o resultado de anos de estudos do GEPEC (e de outros, mundo afora, como mostramos em Cartografias do Trabalho Docente ; e como viabilizar a produ√ß√£o da professora que trabalha na escola e que quer pesquisar sua pr√°tica (ou n√£o) mas que quer dar a ver os acontecimentos com que se depara no cotidiano e, se poss√≠vel, dialogar sobre eles. Essas pequenas hist√≥rias desvelam um mundo estranho aos que se acostumaram com a homogeneidade dos manuais e tamb√©m de teorias que expropriam os que est√£o na esfera do fazer, da capacidade de pensar. S√£o as 'm√īnadas' Benjamin(ianas) dos saberes da escola e da aula, como me atrevo a afirmar, baseada na reflex√£o da Profa. Maria Carolina Boverio Desde a sua cria√ß√£o, em 1996, o GEPEC tem se dedicado a estudar as possibilidades do trabalho docente na escola. Aposta inicialmente na ideia de que os processos de constitui√ß√£o de cada escola, curr√≠culo, aula, mesmo imersos num movimento hist√≥rico de amplo alcance, tem sempre uma vers√£o local e particular, como nos ensinaram Ezpeleta&Rockwell. A id√©ia do ensino como produ√ß√£o de conhecimentos e saberes, associada a proposta de escritura (porque escrever √© fazer hist√≥ria (4) do que acontece na aula, a compreens√£o da aula como acontecimento, a cren√ßa no professor como um profissional que reflete, um trabalhador intelectual, a busca da possibilidade de deslocar a contradi√ß√£o entre teoria e pr√°tica, foram passos que o GEPEC produziu na busca de possibilidades outras de express√£o dos saberes do trabalho, no di√°logo com as crian√ßas e elaboradas com a caligrafia das professoras. O que ser√° partilhado neste livro s√£o epis√≥dios ocorridos pela a autora de cada 'Pipoca' no cotidiano da escola, aula ou espa√ßo de forma√ß√£o docente, locus de viabiliza√ß√£o do processo de ensino que, pelo registro e olhar da professora, se constituem em saberes. Podemos fazer a hip√≥tese de uma compreens√£o outra dessas hist√≥rias contadas em forma de cr√īnicas 'da hora' (Gloria) do cotidiano escolar: as "pipocas pedag√≥gicas" podem ser lidas como um g√™nero pr√≥prio de expressar os saberes docentes do trabalho.

Corinta Maria Grisolia Geraldi


Aproveite Também

Escritas do cotidiano na Educação Infantil: modos de estar atentos a si e aos outros

Laura Noemi Chaluh; Keila Santos Pinto (Organizadoras) !@
Escritas do cotidiano na Educação Infantil: modos de estar atentos a si e aos outros. São Carlos: Pedro & João Editores, 2019. 95p.
ISBN 978-85-7993-679-1
1. Formação de professores. 2. Saberes da experiência. 3. Narrativas. 4. Alteridade. 5. Autores. I. Título.
CDD ‚Äď 370

R$ 35,00

O movimento de ocupa√ß√Ķes estudantis no Brasil

Adriana Alves Fernandes Costa; Luís Antonio Groppo (Orgs.) !@
O movimento de ocupa√ß√Ķes estudantis no Brasil. S√£o Carlos: Pedro & Jo√£o Editores, 2018. 328p.
ISBN 978-85-7993-507-7
1. Movimento estudantil. 2. Movimentos de ocupação de escolas. 3. Ocupar e resistir. 4. Formação política. 5. Autores. I. Título.
CDD ‚Äď 370

R$ 40,00

Conversa com os mitos

Autor Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso !@
Ano de Publicação 2014
P√°ginas 322
Tamanho 14 x 21
ISBN 978-85-7993-229-8

R$ 35,00

3x de R$ 11,67 S/ JUROS

Dialogando sobre o dialogo na perspectiva bakhtiniana

Autor Augusto Ponzio !@
Ano de Publicação 2016
P√°ginas 204
Tamanho 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7993-335-6

R$ 35,00

3x de R$ 11,67 S/ JUROS