Palavra própria e palavra outra na sintaxe da enunciação PE33
-25%

Palavra própria e palavra outra na sintaxe da enunciação

Ref.: PE33 Compra Segura

Autor Mikhail Bakhtin !@
Ano de Publicação 2011
Páginas 182
Tamanho 14 x 21
ISBN 978-85-7993-081-2

R$ 40,00 R$ 30,00 Em até 3x de R$ 10,00 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível
O texto que aqui se apresenta faz parte do Marxismo e filosofia da linguagem (1929) e constitui sua terceira parte, intitulada “Para uma história das formas da enunciação nas construções sintáticas. Tentativa de aplicação do método sociológico aos problemas sintáticos”, dedicada ao estudo da relação entre a palavra própria e a palavra outra. Diferente da frase, célula morta da língua, geralmente assumida como objeto da lingüística, a palavra, na sua unidade basilar, a enunciação, célula viva do falar, se constitui com a palavra outra, porque a escuta e se realiza na escuta, responde e espera uma resposta. A palavra, diz Bakhtin, tem geralmente uma dupla orientação: para o seu objeto e para uma outra palavra, a palavra outra. Esta palavra outra pode também ser o objeto mesmo da palavra, que então se apresenta como palavra objetivada ou representada. A palavra representada, objetivada, pode se dar na forma de discurso direto ou de discurso indireto. Mas há um terceiro tipo, aquele do discurso indireto livre, que a Bakhtin interessava particularmente, por evidenciar uma dialogicidade da palavra que não é aquela do “diálogo”, diálogo formal, como um suceder-se de réplicas. Reportando a palavra outra, a palavra deve necessariamente combinar-se com a palavra outra, deve enfrentar os problemas da sintaxe. Pois ela deve evidenciar o encontro da palavra própria com a palavra outra, o lugar da interação; e sobretudo na sintaxe do discurso reportado, direto, indireto e indireto livre se evidencia o modo no qual se orienta a recepção e a transmissão da palavra outra e se revela a disposição para a escuta e para a dialogicidade constitutiva da enunciação. Também presente nesta obra o texto de 1926, assinado por Volochínov, “A palavra na vida e na poesia. Introdução ao problema da poética sociológica”. Este texto apresenta uma profunda discussão sobre questões da poética. E da vida. E ambos os textos revelam os diálogos travados por Volochínov e Bakhtin, diálogos ininterruptos e com alargamento suficiente para ser iluminado pelo trabalho de todos os participantes do Círculo de Bakhtin.

Aproveite Também

-22%

A ESCUTA COMO LUGAR DO DIÁLOGO: Alargando os limites da identidade

Autor Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso !@
Ano de Publicação 2012
Páginas 364
Tamanho 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7993-113-0

R$ 45,00 R$ 35,00

3x de R$ 11,67 S/ JUROS

-33%

ANCORAGENS: estudos bakhtinianos

Autor João Wanderley Geraldi !@
Ano de Publicação 2015
Páginas 176
Tamanho 16 x 23
ISBN 978-85-7993-000-3

R$ 45,00 R$ 30,00

3x de R$ 10,00 S/ JUROS

-25%

Linguagens e práticas docentes: relações bakhtinianas

Autor José Anchieta de Oliveira Bentes; Isabel Cristina França dos Santos Rodrigues (Orgs.) !@
Ano 2017
Páginas 291
Tamanho 14 x 21
ISBN 978-85-7993-443-8

R$ 40,00 R$ 30,00

3x de R$ 10,00 S/ JUROS

Casos investigativos e relações com o saber no Ensino de Ciências

Welington Francisco. !@
ISBN 978-85-7993-481-0
Tamanho 14 x 21. 252 páginas
1. Ensino de Ciências. 2. Casos investigativos e a Ciência. 3. Relação com o saber

R$ 35,00